Apostila A-1
ESTUDOS SOBRE O AUTOCONHECIMENTO

ÁREA DO COMPORTAMENTO HUMANO - TRINDADE HUMANA - DINÂMICA PESSOAL


José Pinto Ferraz - Livre Pensador






Estes estudos têm como objetivo o conhecimento sobre comportamento humano nos três segmentos que compõem a Teoria do Homem Triuno – Trindade Humana (corpo – mente – alma ou espírito).

A Teoria do Homem Triuno propõe ao conhecimento do homem o entendimento de que ele é composto de três partes, ou segmentos (corpo, mente e alma ou espírito). Cada um desses segmentos tem funções específicas, tempo próprio e objetivo predeterminado. O corpo (biológico) sente e reage. A mente (psicológico) pensa e entende. E a alma ou espírito tem função transcendente (espiritual). Sendo a velocidade do sentir (corpo) cerca de mil vezes maior que a velocidade do entender (função do psicológico), o comportamento humano é baseado em reações a partir do sentir (biológico) e não do entender (psicológico).

1 – 1 - Considerando que tudo que se tem registro em nós é feito pela nossa capacidade de SENTIR (vida)

é fundamental que o inicio desses estudos seja feito pelo corpo, que trás contido em si todos os registros referentes à vida biológica, desde o inicio de sua manifestação, aqui no planeta Terra, cerca de quatro bilhões de anos.

1–2 - Segundo estudos realizados sobre genes, comportamento genético e processo genético, o que o homem faz para manter-se vivo, ele aprendeu a fazer quando da sua fase genética.

1-3 - Assim, tudo o que o homem faz ele aprendeu a fazer por necessidade de sobrevivência (vida/natureza) e também pela necessidade da seleção natural do mais forte, isto é, mais capaz. (Este processo acontece através do aprendizado e do treinamento, ou seja, cultura, também conhecido como Natureza e Cultura).

1-4 – Somente longos estudos sobre comportamento genético é que os cientistas dessa área da ciência (geneticistas – engenharia genética) chegaram à conclusão de que a vida (natureza) e evolução (aprendizado e comportamento) fazem parte do processo biológico.

1-4-1 – O ser biológico (o macro bio – homem) repete, de maneira automática (reação), o mesmo principio natural que já estava instalado no micro bio, isto é: micróbio (protozoário, animal de uma única célula) que é a necessidade de alimentação (estomago) juntamente com a necessidade de reprodução (sexo), princípios fundamentais para a manutenção e perpetuação da vida.

1-5 – Assim, podemos entender, sem equívocos, que toda a reação de comportamento é função biológica, isto é, uma recorrência que já faz parte de um programa natural anteriormente estabelecido. O homem só faz o novo quando opta, aprende e treina.

1-6 - Eis aqui um dos principais conceitos a ser considerado como inquestionável: Todo comportamento humano recorrente, isto é, instintivo, espontâneo ou automático, é uma recorrência e faz parte de um programa que está contido em nós e foi estabelecido por necessidade de manutenção da vida, com a qual temos o compromisso de mantê-la a qualquer custo: instinto.

1-7– É claro que este universo biológico do qual o homem faz parte é muito mais complexo do que este singelo texto tenta explicar. Mas todas as pessoas que quiserem conhecer amplamente o processo biológico existem inúmeras e seguras fontes para serem consultadas. Além de toda a literatura disponível, a Internet é uma fonte confiável e de fácil acesso.

Vamos fazer uma síntese do processo biológico para servir de guia e orientação desses estudos.

1-8 – O primeiro sistema inteligente instalado com a vida foi o metabolismo (estomago), pois cabia a ele a seleção dos alimentos necessários para a manutenção da vida.

1-9 – O segundo sistema inteligente a ser instalado foi o instinto. O instinto foi desenvolvido a partir das experiências comprovadas pelo metabolismo, que, caso falhasse, a vida do individuo se extinguiria. É por esta razão que o instinto não falha, quando se trata da manutenção e preservação da vida, isto é: Sobrevivência.

1-10 – Sendo o instinto um seguimento do metabolismo, que é o estomago responsável pela manutenção da vida (sem se alimentar o homem não sobrevive), o instinto funciona a partir de uma programação estabelecida pelas experiências comprovadas pelo metabolismo, então, deve-se entender que o instinto faz parte de um mecanismo recorrente de preservação da vida. Daí porque toda a reação comportamental é biológica.

1-11 – O terceiro seguimento construído pelo processo biológico para a manutenção da vida, na minha visão, é o ego. Peço licença para contrariar a teoria de Freud, o pai da Psicanálise, porque entendo que o ego tem função biológica e não psicológica. Assim sendo, na minha visão, o ego está no comando de todas as funções biológicas, atuando por recorrência, a partir das necessidades de sobrevivência. Este tema, por ser complexo, requer um estudo mais detalhado, por isso faremos em outra oportunidade.

1-12 – Outro fator de fundamental importância é o sexo (reprodução). Sem reprodução a humanidade não existiria. Então, a Natureza coloca um prazer incomparável para que a reprodução aconteça independentemente de programação feita pelo homem. O estomago, o sexo e o ter são responsáveis por todos os transtornos que desajustam o comportamento do homem, desde o tempo das cavernas.

1-13 – Outro conceito inquestionável: O estomago, o sexo e o ter estão na base de todos os transtornos que desajustam o comportamento humano. Desde os tempos das cavernas, as pessoas humanas e, também, todos os animais, sofrem transtornos produzidos pelas necessidades de atendimento do estomago e do sexo, que requerem recursos (TER) para a satisfação das referidas necessidades. (O que faz você infeliz são as suas VONTADES não atendidas). Então, todas as pessoas que você conhece, diretamente, pela mídia ou pela História sofrem de transtornos provocados pelas necessidades de manutenção (estomago) e reprodução (sexo).

1 – 14 – O ego é um segmento ainda do processo biológico e tem comportamento instintivo e automático na preservação da vida: sobrevivência. Sobrevivência é função do individuo e não do coletivo. A tartaruga marinha não conhece os pais e só se reúne com o semelhante quando do acasalamento. A sua vida é basicamente solitária.

1 – 15 – O comportamento humano é baseado em sentir,reagir ou agir.

1 – 16 – Toda REAÇÃO faz parte de programação automática, sob comando do ego (homo bios), o nosso eu que sente e reage, sem modificar o resultado (mecanismo recorrente), função da mente biológica, que só atende o efeito, não a causa.

1 – 17 – Toda ACÃO faz parte de uma programação planejada, a partir do sentir, entender, diagnóstico e opção visando equacionar a busca de solução. Função da mente lógica.

1 – 18 – O homem está montado, educado e treinado (condicionado) para reagir, com isso ele desenvolve melhor a sua capacidade de sentir em detrimento da sua capacidade de entender. O EU QUE SENTE NÃO É O EU QUE ENTENDE. AS FUNÇÕES SÃO DIFERENTES.

O PROCESSO BIOLÓGICO A PARTIR DA VIDA JÁ INSTALADA ¬¬¬- Pg 03 Apostila A1

1-1-1 - A necessidade de alimentação é feita pelo sistema metabólico;

1-1-2 - A defesa da vida compete ao instinto, que é um sistema baseado nas experiências comprovadamente corretas feitas pelo sistema metabólico;

1-1-3 - O atendimento e administração dos sistemas metabólico e instintivo é feito pelo ego, sistema responsável por todo o gerenciamento do processo biológico;

1-1-4 - Todas as necessidades biológicas se manifestam por um sentimento. Exemplo: quando o corpo sente necessidade de líquido o individuo sente sede;

1-1-5 - A velocidade do sentir chega a ser mil vezes mais veloz do que a velocidade do entender;

1-1-6 - O individuo sente durante as vinte e quatro horas do dia;

1-1-7 - Tudo passa pelo sentir;

1-1-8 - Tudo acontece a partir do sentir;

1-1-9 - O sentir é instintivo, espontâneo e automático (biológico);

1-1-10 - O pensar é uma opção psicológica, não é automático, é optativo, por isso não é biológico;

1-1-11 - Para se ter a saúde do corpo (biológico/animal) é preciso selecionar alimento de boa qualidade;

1-1-12 - Para se ter saúde mental é preciso selecionar o SENTIMENTO que vai alimentar a nossa mente;

1-1-13 - Sentimentos positivos geram bem-estar, conforto e satisfação... (saúde mental);

1-1-14 - Sentimentos negativos geram mal-estar, desconforto e insatisfação... (doença mental);

1-1-15 - Mente sã: corpo são;

1-1-16 - Mente sã e corpo são geram qualidade de vida e alegria de viver;

1-1-17 - Viver com base no sentir é viver uma programação automática, mecânica, repetitiva, recorrente, que produz sempre o mesmo resultado, não transforma... Só trata o efeito, não a causa. Precisamos quebrar o automático (programação automática: reação), o mesmo que mecanismo recorrente;

1-1-18 - Viver a partir do sentir e do entender o que sentimos é pensar o que sentimos, fazer o diagnóstico, buscar solução e criar uma opção planejada, dinâmica e transformadora (treinamento);

1-1-19 - O pensamento não acontece espontaneamente, é preciso acioná-lo;

1-1-20 - A capacidade de pensar (inteligência) é o principal instrumento do homem;

1-1-21 - Não é possível medir o potencial da nossa capacidade de pensar. A nossa inteligência não tem limite;

1-1-22 - O pensamento não é espontâneo. É preciso acioná-lo e alimentá-lo. Sem treinamento não é possível desenvolver o potencial instalado;

- O PROCESSO PSICOLÓGICO É TEMA DA APOSTILA A-2.

JOSÉ PINTO FERRAZ - 7-11





© Copyright - Trindade Humana - Todos os direitos reservados